Damião Ramos Cavalcanti

Enquanto poeta morrer, a poesia haverá de viver

Textos
Título Categoria Data Leituras
RODA VIVA Poesias > Amor 14/07/15 81
TEU OLHAR Poesias > Amor 11/02/13 165
FANTASMAS DO AMOR Poesias > Amor 30/01/13 82
COBERTOS PELA NOITE Poesias > Amor 21/11/12 95
HÁ QUANTO TEMPO... Poesias > Amor 23/09/12 134
O DESEJO Poesias > Amor 23/07/12 73
PRESENÇA DA TUA AUSÊNCIA Poesias > Amor 10/07/12 146
TEU SORRISO ENIGMÁTICO Poesias > Amor 09/05/12 116
OLHOS EM SONHOS Poesias > Amor 29/03/12 119
POEMA PUNGENTE Poesias > Amor 15/03/12 209
CARPE DIEM Poesias > Amor 29/02/12 142
AMORES DA ANGOLA Poesias > Amor 27/01/12 271
AROMA DO PASSADO Poesias > Amor 12/01/12 133
AURORA Poesias > Amor 26/12/11 157
SUPERPOSIÇÃO Poesias > Amor 20/12/11 83
BEIJA, FLOR! Poesias > Amor 20/11/11 87
PEDAÇO DIVINO Poesias > Amor 07/11/11 40
CÍLIOS AMADOS Poesias > Amor 19/10/11 242
COISAS NOTURNAS Poesias > Amor 14/08/11 110
NADA ME FALTA Poesias > Amor 25/03/11 184
Página 1 de 3 1 2 3 [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
http://www.drc.recantodasletras.com.br/index.php