Damião Ramos Cavalcanti

Enquanto poeta morrer, a poesia haverá de viver

Textos
Título Categoria Data Leituras
SÔNIA DE CRIME E CASTIGO Poesias > Social 19/06/12 128
PEDAÇO DIVINO Poesias > Espiritualistas 07/06/12 82
DESNUDAR Poesias > Sensuais 24/05/12 140
TEU SORRISO ENIGMÁTICO Poesias > Amor 09/05/12 116
A FUGA E O ENCONTRO Poesias > Saudade 25/04/12 100
IDAS E VINDAS Poesias > Alegria/Felicidade 07/04/12 261
OLHOS EM SONHOS Poesias > Amor 29/03/12 119
POEMA PUNGENTE Poesias > Amor 15/03/12 209
CARPE DIEM Poesias > Amor 29/02/12 142
MÁSCARAS DESMASCARADAS Poesias > Pensamentos 14/02/12 100
AMORES DA ANGOLA Poesias > Amor 27/01/12 271
AROMA DO PASSADO Poesias > Amor 12/01/12 133
AURORA Poesias > Amor 26/12/11 157
SUPERPOSIÇÃO Poesias > Amor 20/12/11 83
A IDEIA Poesias > Pensamentos 01/12/11 44
NEVE, APENAS NEVE Poesias 24/11/11 37
BEIJA, FLOR! Poesias > Amor 20/11/11 87
PASSARÁ Poesias > Transcendentais 09/11/11 65
PEDAÇO DIVINO Poesias > Amor 07/11/11 40
CÍLIOS AMADOS Poesias > Amor 19/10/11 238
Página 2 de 7 1 2 3 4 5 6 7 [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
http://www.drc.recantodasletras.com.br/index.php