Damião Ramos Cavalcanti

Enquanto poeta morrer, a poesia haverá de viver

Textos
Título Categoria Data Leituras
PÁJAROS QUE LLORAN Poesias > Natureza 05/10/11 32
INSÔNIA Poesias 14/09/11 31
ANTES DO TEMPO Poesias > Alegria/Felicidade 31/08/11 55
COISAS NOTURNAS Poesias > Amor 14/08/11 110
ENTRE IDOSOS E IDOSAS Poesias > Alegria/Felicidade 21/07/11 30
ABRAÇO DO ARCO-ÍRIS Poesias > Bucólicas 15/06/11 62
TÊMPORAS PERDIDAS Poesias > Desilusão 30/05/11 36
MONÓLOGO NO JARDIM Poesias > Bucólicas 13/05/11 92
DESENCONTROS DE AFAGOS Poesias > Solidão 01/05/11 52
PÁSSAROS QUE CHORAM Poesias 18/04/11 127
NADA ME FALTA Poesias > Amor 25/03/11 184
SEMPRE SONHAR Poesias > Recordações 13/03/11 87
O RETORNO Poesias > Saudade 01/03/11 70
PEDAÇO DIVINO Poesias > Espiritualistas 17/02/11 55
ESCRITOS NA ÁGUA Poesias > Surrealistas 31/01/11 55
A FONTE E O MAR Poesias > Bucólicas 21/01/11 87
NEBLINA EM LONDRES Poesias > Bucólicas 13/01/11 85
AMORES NÃO DITOS Poesias > Amor 27/12/10 59
DANÇA FECUNDA Poesias > Transcendentais 15/12/10 39
DESEJO DE ÁRVORE Poesias > Amor 01/12/10 84
Página 3 de 7 1 2 3 4 5 6 7 [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
http://www.drc.recantodasletras.com.br/index.php