Damião Ramos Cavalcanti

Enquanto poeta morrer, a poesia haverá de viver

Textos


                  Res admirabilis, em Cleanto Gomes

          Admirar é uma ação humana sublime diante daquilo que é belo, quando se mira o que exprime beleza atraente de admiração; chega a ser uma atitude divinizada que eleva o homem de sentimento mais rude. É também o filosofar para compreendermos profundamente o mistério ou aquilo que assume aos nossos olhos o caráter ou a dimensão do absoluto; o absoluto que quanto mais subjetivamente se admira, mais objetivamente ele se relativiza... Contudo, há admiração que se torna visão inefável ; se muitos não conseguem enxergá-la, poucos, traduzi-la em palavras.
          Nesse contexto, Cleanto recentemente entregou-me um livro com essas palavras que ele intitulou de "Minhas admirações". Ainda aumentou minha alegria, a prometer levar sua obra, no próximo dia 5, para lançá-la na Fundação Casa de José Américo, espaço que vem se consagrando também como topos de realizações literárias e de entrega de livros aos leitores. Sua obra resgata vultos esquecidos da nossa história; lembra ainda pessoas ilustres que, pelos seus valores, merecem constar no rol desses admiráveis. É assim que se passam essas singularidades protótipas, dignas de imitação, à juventude e às gerações futuras.
          O próprio Cleanto Gomes Pereira, neto do imortal da Academia Paraibana de Letras Osias Gomes, não se exclui de uma relação de notáveis da nossa sociedade , especialmente quando os relacionados se caracterizam pela qualidade de intelectuais e de pessoas cultas. O autor da "Minhas Admirações ", profissional destacado nos meios forenses, além de advogado, é escritor, jornalista e exímio cronista, efeito da convivência e das admirações que cultivava junto ao seu avô; daí, patentear lúdico e belo estilo. Tive a honra de registrar na contracapa da sua obra: Disse Monteiro Lobato que "a pátria é o idioma", assim Cleanto se revela patriótico, ao falar e ao escrever eximiamente(...). Num cotidiano que destrata nosso idioma, "Minhas admirações" nos reconforta como alento, inspirando-nos ânimo e coragem para preservarmos nossa língua pátria.
Damião Ramos Cavalcanti
Enviado por Damião Ramos Cavalcanti em 24/10/2015
Alterado em 24/10/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Damião Ramos Cavalcanti). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
http://www.drc.recantodasletras.com.br/index.php