Damião Ramos Cavalcanti

Enquanto poeta morrer, a poesia haverá de viver

Textos
Título Categoria Data Leituras
FANTASMAS DO AMOR Poesias > Amor 30/01/13 83
Teu e meu, o nosso patrimônio Crônicas 24/01/13 90
RODA VIVA Poesias > Esperança 15/01/13 232
A Sigla Crônicas 12/01/13 111
Parlamentares,Palavras ao Vento Crônicas 04/01/13 64
Quase pontualmente em 2013 Crônicas 28/12/12 85
Às Vésperas do Natal Crônicas 18/12/12 131
O Violoncelo de Francisco Antonio Crônicas 15/12/12 173
O nome de Deus em vão... Crônicas 08/12/12 122
Água, água, por favor Crônicas 30/11/12 102
Douta Ignorância Crônicas 22/11/12 109
COBERTOS PELA NOITE Poesias > Amor 21/11/12 95
Amor e Morte de um Profeta Crônicas 15/11/12 74
Trecho de Carta Cartas 13/11/12 65
Augusto dos Anjos à sua espera Crônicas 10/11/12 123
Relatório das Naves do Céu Crônicas 02/11/12 93
O Monologuista não fala sozinho Crônicas 27/10/12 93
Imaginações sobre o mar Crônicas 21/10/12 76
Por que engrinaldam a mulher? Crônicas 12/10/12 87
Osias Gomes, do orador sacro ao tribuno Crônicas 30/09/12 204
Página 19 de 35 « 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
http://www.drc.recantodasletras.com.br/index.php