Damião Ramos Cavalcanti

Enquanto poeta morrer, a poesia haverá de viver

Textos
Título Categoria Data Leituras
Política para não ser idiota Crônicas 19/10/18 156
Arma contra arma Crônicas 06/10/17 156
Evitem certos mascarados Crônicas 30/01/16 156
Palavras chulas de origem divina Crônicas 01/02/14 155
ORIGEM DE EROS Poesias > Amor 29/12/09 155
El País, a CNBB, o ódio e o preconceito Crônicas 11/10/18 154
Museu que é casa Crônicas 15/09/17 154
Existir mais do que viver? Crônicas 03/08/17 154
O Circo da Minha Infância Crônicas 06/04/13 154
Contemplai as aves do céu Crônicas 19/01/18 153
Médicos Alienígenas Crônicas 07/09/13 151
O mosquito e o besouro Crônicas 26/02/16 150
A poesia nas palavras Poesias > Dedicatórias 08/02/16 150
O Paraíba está secando... Crônicas 23/08/13 150
O ábaco e as calculadoras eletrônicas Crônicas 19/07/11 149
As muriçocas se afastam do mar Crônicas 28/02/19 148
Um Rômulo sem Remo Crônicas 18/05/18 148
Sabugo ou quase um sabugo Crônicas 02/05/18 148
A velocidade da linguagem troglodita Crônicas 16/08/17 148
Maior de todos ou fura-bolo? Crônicas 21/06/12 147
Página 8 de 34 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
http://www.drc.recantodasletras.com.br/index.php